featured image

Por que os relacionamentos não dão certo?

Talvez você esteja lendo este texto porque acabou um relacionamento recentemente ou, talvez, porque não consegue se entender com a pessoa que você tanto deseja ter ao seu lado, independentemente do motivo, você está aqui para entender por que os relacionamentos não dão certo. Permita-me lhe fazer uma pergunta: quando você pensa no seu relacionamento, qual fator você acredita ser o mais essencial para que a relação dê certo? O amor? A confiança? A lealdade? O companheirismo? Lamento informar, mas não é nada disso. O mais importante, o mais essencial para um relacionamento é você.
Acredito que eu vá incomodar algumas pessoas agora, portanto, de antemão eu peço desculpas.
Muita gente afirma que ama incondicionalmente a pessoa com quem está se relacionando romanticamente, mas não acredito que seja verdade. Desculpa. Quando eu digo que as pessoas não amam quem elas têm ao seu lado, não digo por mal, porque no fundo, no fundo você ama a forma como essa pessoa faz você se sentir. A sua interpretação sobre como aquela pessoa faz você se sentir é o que faz você amá-la.
Pense bem nisso, com uma interpretação diferente de tudo o que aconteceu entre vocês, você poderia sentir mais amor, mais carinho ou até mesmo raiva. Por que isso acontece? Porque o que você sente vem de dentro de você. É você que faz você se sentir assim, devido a tudo o que você se tornou nesses vinte, trinta, quarenta anos, desde o dia do seu nascimento.
Você pode pensar que isso tudo seja um absurdo, mas pense comigo: quantas vezes você já se sentiu mal, desmotivado, sem vontade de fazer nada, mas, de repente, você se animou com algo que aconteceu, com uma notícia que recebeu? O que você sente e a forma como você se sente vem de dentro de você. Da expectativa que você cria.
E agora pense: o que é mais importante pra você? Não importa qual seja a sua resposta, se você não pensou em você, repense o que você considera importante. O fator mais importante para a sua vida deve ser você, o seu estado emocional, o seu bem estar, a sua saúde, a sua felicidade. Você precisa se amar antes de amar qualquer outra pessoa. Afinal, como você pode querer que alguém te ame incondicionalmente se você não se ama incondicionalmente? Como você pode amar incondicionalmente uma pessoa que não se importa com você, que não se esforça para te ter por perto, que não quer saber de você?
Uma coisa muito interessante, e que é uma verdade que poucos conseguem ver, é que os relacionamentos nunca dão certo quando você gasta toda a sua energia tentando agradar o outro. Quando você investe mais do que deveria no outro e se esquece de investir em você, o efeito que gera é o contrário: você afasta a pessoa. E quanto mais você tenta se reaproximar, mais você faz ela te querer longe. Por quê? Porque você precisa ter uma vida fora do seu relacionamento e não viver para a relação. E acredite ou não, mesmo que o seu relacionamento pareça estar perfeito, vocês vão brigar. Vocês vão discutir. E por um simples motivo: são duas pessoas diferentes, são duas mentes olhando o mundo de formas distintas; portanto, desentendimentos e discussões vão acontecer.
Não crie a expectativa de que vocês nunca vão brigar, que você está com a pessoa mais perfeita do mundo, porque uma hora vocês vão ter um desentendimento e você não pode ficar se lamentando dizendo que você nunca esperou tais reações daquela pessoa. Quando você cria expectativa sobre uma pessoa, você cria uma imagem sobre ela que nunca será verdadeira. Relacionamentos são sobre descobertas e não sobre reduzir a pessoa que está ao seu lado a uma imagem, porque ela simplesmente não vai conseguir se enquadrar na idealização que você criou.
A melhor coisa que você pode fazer é estar ciente disso e não se decepcionar quando vocês discutirem, porque o maior teste para qualquer relacionamento não é saber o quão bonito e perfeito ele aparenta ser nas redes sociais, mas, sim, saber como ele resiste às tempestades que surgirão ao longo do caminho.
Conflitos sempre vão acontecer, mas como você vê esses momentos? Como você reage a esses momentos? Você perde a cabeça e desconta a raiva que sente no outro? Você culpa a outra pessoa pelos erros que aconteceram? Pelo o que não deu certo? Aqui vai uma dica: vocês dois são responsáveis por esta relação. A forma como você enxerga esses momentos difíceis e a forma como você pode resolver os conflitos é que vai mudar o rumo da sua história. Aproveite esses momentos para enxergar uma oportunidade para crescer e amadurecer, para aprender a lidar com situações difíceis e não correr delas ou descontar a raiva no outro.
Como diz o provérbio chinês “um momento de paciência pode evitar grandes desastres; um momento de impaciência pode arruinar toda uma vida”. Ter paciência em um momento de raiva poder prevenir mil momentos de arrependimentos.
Lembra sobre o que eu te falei antes? Que você é a pessoa mais importante do seu relacionamento e da sua vida? Então, você não precisa ser igual a outra pessoa para que a relação dê certo. Quando você tenta ser compatível com o outro fingindo ser quem você não é de verdade, a relação tende a falhar, mas quando você assume e revela a melhor versão de si, é aí que toda a magia acontece – e esse é o segredo para os relacionamentos duradouros. Você não pode querer buscar no outro a sua felicidade. Cada um precisa ter uma vida autêntica e completamente feliz sem o outro, mas desejar e permitir que aquela pessoa especial faça parte da maravilha que é o seu mundo.
Não se esqueça de investir em você. Ame-se acima de todos (sempre mantendo a humildade). Ame estar na sua companhia antes de você querer estar na companhia de mais alguém, porque o segredo para o relacionamento que dure uma vida, o segredo para a felicidade está dentro de você.                                                                                                                 

____________________

Rafaela Damião – Colunista do blog Segredo dos Homens. Aspirante a atriz, apaixonada por cinema e fotografia e chocólatra de carteirinha. Vivo constantemente inspirada para registrar em imagens e palavras os momentos vividos. Escrevo sobre o que vejo, sobre o que penso e sobre o que sinto.

                                                                                             

Deixe seu comentário